Um texto que não necessita de título 

Caminho de pés descalços pela areia da praia. Uma sensação de paz peregrina de mãos dadas comigo. Sorrio sem mostrar os dentes. O vento me deixa leve, me leva e me traz. Percorre minha pele fazendo com que meus pelos fiquem eretos. Sensação muito experimentada na presença dele. Quanta saudade resta agora… Ele trazia na…

A vida vale a pena, eu sei 

A porta da sala se abriu e eu fui mergulhada no eterno desejo da sua presença. Escancarei meu coração às delicias do acaso. Ousei ver de perto. Eu não negligenciei o assombro da paixão. Deitei a toalha vermelha sobre a mesa. Olhares invasivos que rasgavam ao meio minha alma, tornando-me hospedeira das famosas borboletas no…

A tristeza de Zé Raimundo 

Enxergo a tristeza em seus olhos. Não adianta, tem gente que mesmo quando tenta sorrir se faz triste. É a essência. Quando a alma é triste o sofrimento é infinito. Quando a alma é triste o ser vive deslocado, não encontra morada ou repouso. Tem gente que nasce mergulhada em pranto profundo. Zé Raimundo é…

Para minha heroína, Maria 

Paro o carro diante do sinal fechado. Estou exposta. O mundo me afeta, mas eu não desejo camuflar a sensibilidade. Eu me recuso à miséria humana de estar acostumada com os absurdos que me cercam. Abro a janela por onde permito que o sagrado adentre para repousar em minha visão. Olho para o lado e…

Para minha mãe 

     Pergunto-me se existe cuidado humano que seja capaz de nos privar do desabrido da existência. Lembro, instantaneamente, de minha mãe. O ventre materno exila-nos da precariedade da condição humana. O talho no cordão umbilical torna a alma misteriosamente solitária. Nascer consiste em receber a imposição da superveniência.     É somente em seu porto que…

Carta ao meu pai

Estou lhe escrevendo essa carta porque necessito lhe confessar os meus medos. Sinto que a minha vida é um baile de máscaras, mas sem a parte da festa. Por isso, essa carta vem sendo escrita há três semanas. Foi preciso coragem para sentar nesta cadeira e arrancar algumas frases. Escrever uma vida inteira dentro de…

A metamorfose de mim

Ir ou não ao encontro de Claudio? Penso enquanto penteio o cabelo. Cabelo que Claudio escolheu. Até cortar o próprio cabelo pode ser perigoso. Olho-me no espelho e não reconheço a imagem que vejo. Quem eu sou? Quem é Claudio?  O que eu me tornei depois da sua vinda? Tornei-me outra, metamorfoseei, fiz igual borboleta,…

O cisne negro 

Não sou a poetisa eleita Sou a filha do desdém Não sou a mulher com quem você se deleita Eu fui apenas um porém Sou cisne negro Que paira sobre grandes lagos Procurando incansavelmente um ogro Acabo por pairar em lábios que não são vagos A cabeleira loira dos trigais Lembram-me que não és meu…

O meu mistério 

Uma porta aberta e outra dimensão passa a existir, como se, automaticamente, essa se sobrepusesse a todo o resto. O meu destino estava cumprido.  Ali, apenas eu e você, nada mais importa. A atmosfera azul toma conta, aromatizada pelo desejo da fusão e da alma que vive num sonho de volúpias.  O olhar inolvidável, o…

Quero ser âncora  ⚓️

Te percorri cuidadosa És licito ou ilícito? O contornado de lanugens Qual é a tua cor? Inundada de um fetiche, mergulhei Sem guardar o ar, cai de alma na volúpia Eu te fiz posse Eu te deixei em lassas No abismo me perco para me encontrar O olho d’água Alimento da alma O que sobra…

A sua rosa 🌹

O que será? Só o tempo dirá Se tu me amará  Até o último pé de baobá   Seja como for Sei que uma rosa será  Mas e se for só flor Tu ainda me zelará?   Me põe numa redoma de vidro Me proteja das garras dos tigres  Me regue e me cuide com…

O meu destino 

Estava sentada na calçada. A sua única companhia era o sol que lhe tomava o rosto, destacando as suas sardas. O resto se encontrava imerso numa redoma invisível ao seus olhos. Era difícil, ela só enxergava o que e quando queria.  Até que… Enxergou. Lá estava ele, a sua outra metade, no ponto de ônibus….